Apagado Athletico perde para o Boca e da adeus a libertadores.

Apagado Athletico perde para o Boca na Bamboneira Apagado Athletico perde para o Boca na Bamboneira Foto: Jonathan Campos / Tribuna do Paraná

Um Athletico irreconhecível na noite desta quarta feira (31), poucas vezes se viu o time do Tiago Nunes jogar desta maneira, apagado, sem criação o furacão deu adeus a Libertadores 2019, com a derreta para o Boca Juniors por 2x0 em Buenos Aires. Todos chegaram confiantes antes da partida, porém em campo o furacão não conseguiu colocar a confiança, um time apático, sem força ofensiva e um sistema defensivo confuso, que deram ao tradicional clube Argentino inúmeras possibilidades de abrir o placar ainda no primeiro tempo. Destaque para o goleiro Santos, muito acionado na etapa inicial, mostrou que continua em alta, com defesas difíceis e milagrosas. Agora as atenções estão todas para o outro lado do mundo, já que o clube embarca para o Japão para a disputa da antiga Copa Suruga, que acontece na próxima quarta feira (07).

O Jogo

Com a força da arquibancada o Boca começou com tudo, pressionando um Athletico que parecia nervoso, mais com o decorrer nos minutos iniciais o nervosismo virou de lado e os argentinos acabarão demostrando isso, foram dois cartões amarelos em oito minutos, porém o furacão não conseguiu se aproveitar da situação e falhava muito na saída de bola, o Boca teve três chances claras de abrir o marcador, Santos, Marcio Azevedo e Pedro Henrique evitarão o que seria um massacre argentino.

No segundo tempo parecia reprise do primeiro, porém com um Boca mais tranquilo com o resultado a favor, o furacão continuava sem expressão e falhando defensivamente, em uma dessas falhas saiu o primeiro gol do time argentino, aos doze minutos, na reposição de bola do goleiro Andrada, Léo Pereira errou o tempo da bola que sobrou para Abila, que entrou na área e chutou forte indefensável para o arqueiro rubro negro. O Athletico sentiu o baque, Tiago Nunes trocou algumas peças que não surtiram efeito, e o time continuou a errar e não conseguia chegar a meta argentina, com o time aberto lançado ao ataque tomar o segundo gol foi questão e tempo, no apagar das luzes Salvio marcou o segundo aos 49’ minutos, decretando a eliminação Paranaense.

Como fica?

Classificado o Boca Juniors encara a LDU nas quartas de finais do torneio continental, já o Athletico que vai ao Japão na próxima semana, depois volta as atenções para a as semi finais da Copa do Brasil diante do Grêmio em Porto Alegre no dia 14, mais antes disso enfrenta o Botafogo no Rio de Janeiro dia 11 pela 14ª rodada do Brasileirão.

 

FICHA TÉCNICA

LIBERTADORES - Oitavas de final – Jogo de volta

Boca Juniors 2×0 Athletico

Local: La Bombonera (Buenos Aires-ARG)

Árbitro: Júlio Bascuñan (CHI)
Assistentes: Christian Schiemann (CHI) e Claudio Urrutia (CHI)
VAR: Andrés Cunha (URU)

Boca Juniors
Andrada; Weingandt, Izquierdoz, Alonso e Mas; Nandéz (Sálvio), Capaldo, Marcone e Mac Allister; Zárate (Reynoso) e Ábila (Hurtado).
Técnico: Gustavo Alfaro

Athletico
Santos; Jonathan, Pedro Henrique, Léo Pereira e Márcio Azevedo; Wellington, Bruno Guimarães e Nikão (Bruno Nazário); Marcelo Cirino, Rony e Marco Ruben.
Técnico: Tiago Nunes

 

Gol: Ábila, 12, Sálvio, 49 do 2º
Cartões amarelos: Weigandt, Nandéz e Izquierdoz (BOCA); Wellington, Pedro Henrique, Bruno Guimarães, Léo Pereira (CAP)

Rate this item
(0 votes)

Deixe um comentário em nosso mural

Certifique-se de inserir todas as informações necessárias, indicadas por um asterisco (*). Código HTML não é permitido.