Maringá Futebol Clube mostra poder de reação e empata com o Avenida na primeira rodada da Série D

By Assessoria MFC Maio 06, 2019 108 0
Maringá Futebol Clube mostra poder de reação e empata com o Avenida na primeira rodada da Série D Foto: Rodrigo Araújo / MFC

A estreia do Maringá Futebol Clube no Campeonato Brasileiro da Série D de 2019 foi marcada por um fato inusitado, o atraso de duas horas e 30 minutos do trio de arbitragem escalado para a partida. Dentro de campo a equipe visitante, Avenida – RS, saiu na frente e fez 2 a 0 no início do segundo tempo, mas o Tricolor maringaense mostrou poder de reação e buscou o empate, conquistando o primeiro ponto na competição nacional.

Inicialmente o jogo estava marcado para começar às 17h00, no entanto o quadro de arbitragem do Rio de Janeiro, João Batista de Arruda e seus assistentes Daniel de Oliveira Alves Pereira e Fabiana Nobrega Pitta, acharam que o jogo seria apenas no domingo e chegaram a Maringá por volta das 18h00. Após algumas definições, o jogo foi alterado para 19h30 e a escalação inicial dos árbitros da partida foi mantida.

Com a bola rolando o Maringá teve mais posse de bola e controle do jogo no primeiro tempo, no entanto pouco criou e a melhor oportunidade foi do Avenida, aos 42 minutos em uma bola na trave do goleiro André Ferlini. Já na segunda etapa o time visitante aproveitou as falhas defensivas do Tricolor e abriu 2 a 0 com Luiz Henrique e Flávio Torres. A partir de então foi pressão total do MFC em busca do empate.

O clube aumentou seu volume de jogo e se tornou mais agressivo, perdendo algumas boas oportunidades com Tiago Orobó, Geovane e Welton Paraguá. O primeiro gol saiu apenas aos 37 minutos de jogo com Matheus Rodrigues, em seu primeiro toque na bola. Após entrar no lugar de Tiago Orobó, o atacante aproveitou a cobrança de falta do Rogerinho e cabeceou para o fundo das redes.

A pressão continuou e o empate veio aos 45 com o zagueiro Marcelo Xavier. Em jogada parecida com o primeiro gol, Rogerinho, pela direita, cobrou a falta na cabeça do zagueiro para empatar a partida. Nos acréscimos o MFC ainda teve duas boas oportunidades para virar o jogo com André Lima e Matheus Rodrigues.

“Hoje foi na raça que buscamos o empate. Tínhamos mais controle do jogo, tivemos mais posse, mais chances o jogo todo, mas em duas falhas nossas defensivas, uma em seguida da outra acabamos sofrendo os dois gols e isso não pode acontecer de jeito nenhum, principalmente em um campeonato curto que é a Série D. Queremos classificar então hoje não fica um empate com gostinho de vitória não, fica um empate com gosto de empate. Perdemos dois pontos em casa”, disse o autor das assistências para os dois gols do Maringá FC, Rogerinho.

Para o técnico Sandro Forner a primeira partida servirá como parâmetro para pontos positivos e negativos e base para as correções durante a semana. “Hoje tivemos pontos negativos e positivos, temos que ter a maturidade e a frieza de conseguir analisar os dois aspectos. Falando rápido aqui, não podemos tomar dois gols da forma que tomamos, por erros nossos, isso pode nos custar uma classificação, precisamos estar ligados o tempo todo e a maioria dos jogos serão decididos assim, nas falhas e nos detalhes, porque a competição é muito equilibrada. Por outro lado mostramos um bom poder de reação, tivemos atitude, buscamos os gols e conseguimos dois e quase a virada, isso também temos que enaltecer”, explicou o treinador após o jogo.

A reapresentação do elenco será nesta segunda-feira (6), às 09h00 no Centro de Treinamento do Clube. A preparação na semana será para a partida diante do Joinville, no próximo sábado (11), na casa do adversário. O jogo está marcado para às 18h00.

Rate this item
(0 votes)

Deixe um comentário em nosso mural

Certifique-se de inserir todas as informações necessárias, indicadas por um asterisco (*). Código HTML não é permitido.